sexta-feira, 25 de maio de 2018

A volta de John Winchester, de ViiSpn




Escrita por ViiSpn.
Iniciada em 11/05/2018
Atualizada em 25/05/2018
Idioma Português
Terminada: Sim
Categoria: Supernatural.
Personagens Mary, John, Sam, Dean, Castiel e Billie.

Aviso legal


Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Após 12 anos da morte de John Winchester, Sam e Dean com a ajuda de sua mãe Mary resolvem resgatar a alma de John e trazê-lo de volta à vida.
Em uma caçada, com a esperança de encontrar a Ceifeira Billie (pessoa que leva sua alma para o céu ou inferno), Dean planeja sua morte e encontrar a Ceifeira, mas como sempre Sam não concorda com a insegurança de perder seu irmão.
Sam e Dean começam a discutir, Sam inseguro diz para Dean.
- Dean, se você não voltar, o que eu faço? Você não pode fazer isso é muito arriscado.
-Sami, eu já fiz isso duas vezes e se eu não voltar sei que você faria de tudo para me trazer de volta- diz Dean muito seguro com sua ideia.
-Meninos, parem de brigar, queridos, vamos fazer o plano mais seguro.
Mas como sempre Dean resolve salvar as pessoas e não escutou Sam e se preparou para seu plano, mas antes de tudo foram para o bunker (abrigo muito protegido).
Chegando no Bunker Dean começa a fazer seu plano e consegue passar do outro lado do véu e encontrou com a ceifeira Billie e depois de conversarem muito, fizeram um acordo, que quando Dean morresse, a ceifeira buscaria ele sem deixar ele voltar à vida.
Billy devolveu a alma de John, Dean ficou muito feliz de ter recuperado a alma de seu pai e vai correndo para o outro lado encontrar sua mãe e seu irmão.
Dean liga para seu amigo Castiel para pedir ajuda para trazer seu velho à vida porque seu pai não havia voltado ao normal.
Castiel buscando feitiços e outros métodos de trazer John a vida, Sam e Dean muitos confiantes que, com a ajuda de Castiel, tudo daria certo.
Depois de duas semanas buscando métodos e feitiços, Castiel encontra um feitiço e, em seguida, liga para Dean para lhe dar a notícia que o deixará muito feliz.
Castiel liga para Dean:
- Dean encontrei um feitiço para seu pai voltar à vida
-Ah, seu filha da mãe, muito obrigado, vem imediatamente para o bunker.
Castiel chegou ao Bunker e com a ajuda de Dean e Sam começaram a fazer feitiço.
Agora temos que esperar o John voltar à vida. Já se passaram duas semanas e nada de John reagir, quando Dean pensou em desistir, seu pai liga para ele dizendo que não estava entendendo nada do que estava acontecendo.
Sua mãe lhe pede:
-Dean, vá buscar seu pai e o leve para o bunker! John chegando lá tem uma enorme surpresa ao encontrar sua amada e vai correndo abraçar o amor da sua vida e matar a saudade de seus filhos.
 Depois de passar muito tempo juntos conversando, eles resolvem fazer uma caçada em família para ver se seu velho ainda está na ativa e a família Winchester partem para uma caçada.



A VISITA INESPERADA, POR JU HOKI DEHN


https://nacaonerd.com/novidades/chris-evans-diz-que-ninguem-pode-ser-o-homem-de-ferro-alem-de-robert-downey-jr/


Escrita por Ju Hoki Dehn
Iniciado em 19/05/2018
Atualizada em 22/05/2018
Idioma Português
Terminada: não
Categorias: Vingadores, Romance, aventura, ação.
Personagens principais: Tony Stark, Steve Rogers, personagens originais.

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.


Tony Stark se dirige para sair da cozinha, mas Steve Rogers o chama:
Tony revira os olhos para si mesmo e sem mostrar um pingo de educação, volta a andar em direção ao escritório.
     -Tony! -Chama Steve, e novamente, é ignorado.
-Ei!!-Diz, levantando da cadeira e empurrando a mesa, com tanta força, que acaba derrubando sua xícara e a deixa se espatifar no chão, espalhando milhares de caquinhos por quase toda a cozinha.
    Se ele não estivesse com tanta raiva por ser ignorado, teria percebido que aquela xícara era a que sua filha havia lhe dado, no último natal que haviam passado juntos antes do terrível acidente que seu próprio pai Edward causou.
    - Estou falando com você, cara! Seu estúpido!
    Tony para de andar e se vira para trás, convencido de que o imbecil não o deixaria em paz tão cedo.
    -E então? -Diz levantando as sobrancelhas grossas.
    -Quando foi que ficou tão ignorante? - Fala Steve. se recompondo e revirando os olhos.
.-Eu ia te perguntar se já sabe da notícia.
    -Notícia?
    -Sim, a que Ro está vindo para cá.
  Tony mais do que surpreso arregala os olhos.
    -Hein? -Diz perplexo.
    -Ah! Eles não te falaram mesmo...Mas isso não interessa. O que importa é que Ro está vindo e precisamos saber o que ela quer dessa vez, o mais rápido possível. Ste. Diz tudo rapidamente ao ver que Tony está histérico.
     -Não!!!Aquela mulher é louca, não pode vir aqui, não de novo, não agora!!!-Grita Tony.
     -Calma, ela mudou, você sabe disso, além do mais Edward não vai estar com ela dessa vez, já que está preso por conta do... Perde a fala ao se lembrar do acidente.
     -Sim, sim, eu sei disso, cara. Diz Tony concordado com a cabeça e também se lembrando do acidente
. - Mas mesmo assim, se ela aparecer aqui vai ser um pé no saco, tipo um pé mesmo, lá no saco.
     -Rá! Está dizendo isso por que sabe que ela é linda e que morreria de vergonha quando olhasse pra ela, já que tinha uma queda por ela. Provoca Ste. Fazendo cara de deboche.
      -Não enche!! A propósito, não me chame mais, estou ocupado, imbecil.
     Tony se vira bufando e anda em direção ao escritório, deixando Ste se contorcendo de rir, mas, o mesmo fica sério ao ver os cacos de vidro no chão.
     -Mas o quê? - pergunta para si mesmo sem acreditar no que via. Amoedes...-sussurra, ao perceber a burrada que havia feito.
     Enquanto isso na Califórnia, Rosângela arrumava as malas de ouro para a viagem.
     -Mãe, por favoooor!!!Eu não darei trabalho para tia Julliet, eu juro!
     -Minha nossa! Quantas vezes terei que repetir, Mariana? Eu já disse que não e ponto final. Diz Ro fechando a mala.
    Mari fica chocada ao ver que é chamada pelo nome completo.
    -Então...porque não posso ir com a Sra? Seria muito divertido, não acha? Diz fazendo a melhor cara de cachorro perdido que conseguia.
    Ro respira fundo e olha no fundo de seus olhos, tentando demonstrar toda a dor que sentia ao deixá-la ali.
     -Como eu queria, filha, mas não é assim que as coisas funcionam. Sinto muito, mesmo. Fala com a voz um pouco falha. 
- Mas eu prometo que voltarei logo.
     Elas se abraçam por um longo tempo, até que uma buzina soa pelo lado de fora.
     -Agora tenho que ir, filha, te amo muito.
     -Também amo você, mãe.
    Ro vai para fora e é recebida por um lindo Audi preto fosco, e devo acrescentar, com um belo motorista moreno de olhos negros e cabelo castanho claro.
    -Chegou cedo. Fala Ro esperando ele abrir a porta para entrar.
    -Bem, faço o melhor que posso quando se trata de vossa senhoria. Diz Tobias abrindo a porta.

CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO...




Revelação


https://ioneek.deviantart.com/art/Laissez-la-partir-287329699
Descobri que não nascemos para morrer
Descobri uma parte do "tal" amor.
Ainda estou perdido em meio a tanta confusão.
Sei que para me descobrir preciso ir ao  encontro do mundo.
Não se preocupe, mãe, não estou com medo.
Juro que não vou mais reclamar.
Não se preocupe mãe, porque estou a caminho do mundo.
Hellen Freitas, aluna do nono ano A da Escola Municipal Armando Campos Belo.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

DESENHOS DE AUTORIA DO C.H.O.M.

Desenhos feitos baseados em cartoon, animes e releituras pelo aluno C.H.O.M, aluno do nono ano A, período 
matutino da escola Armando Campos Belo, Dourados MS.



 

POEMA: de ZEEHBA ALOC

Texto feito: 24/05/2018 11:45
Autor: ZEEHBA ALOC
Idioma Português
Terminada: Sim
Categoria: Baseada na música: Alok -  The ocean ft. Zeeba and iro.
Link da música para ouvir enquanto lê encontra-se abaixo, só copiar e colar no navegador.

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.


O amor ainda vive?
 Preciso acreditar no outro, sou maior que qualquer decepção, eu não sou decepção
Eu sou maior que isso, sou do tamanho do oceano
Está frio, podia estar chovendo, meus pensamentos são sombrios, da cor das nuvens
Onde está vc quando estou aqui?
Na chuva? Como te encontrar? Você foi ao encontro do oceano?
Me leva junto, meu rio já não volta e eu não quero desaparecer
E eu não tenho mais medo, fique tranquilo, não farei nenhuma besteira
Só quero viver e encontrar meu oceano e acreditar em mim
Mas pense no tempo que perdeu de dizer que me ama
Agora não estou em casa, estou no oceano
Mãe, eu não tenho mais medo
Fique bem, eu fui viver o mundo
Eu estou livre




quarta-feira, 23 de maio de 2018

PRÓLOGO , DE YUKIYO e BICICLETA2

Escrita por Yukiyo e Bicicleta2 
Iniciado em 23/05/2018 07:20
Atualizada em 23/05/2018 08:41
Idioma Português
Terminada: não
Categorias: Romance, Aniparô, Sci-Fi.
Personagens principais: Joana D'arc (Santa Joana padroeira da França), Vlad III, Keith Flick.

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.
 PLAYLIST PARA ACOMPANHAR A LEITURA ENDEREÇO SPOTIFY:

Bom, eu gostaria muito de começar essa história com "Era uma vez" mas eu vou contar a vocês o que a ganância pode fazer com um homem.
Me chamo Keith Flick e sou um professor de química, mas não é disso que eu vou falar, quero falar do dia no qual eu vi uma criatura estranha, não sabia o que era e estava com fome, naquele momento eu estava apavorado e o pior foi quando eu vi aquele monstro matando pessoas e ninguém percebeu que era ele, ele era muito  discreto.
Depois daquela noite não conseguia  parar de pensar no que tinha visto, estava obcecado em descobrir o que era, mas isso ia contra tudo que eu estudei e acreditei durante a minha vida, pensei que poderia ser um lobisomem mas, um ano depois, pude vivenciar tudo aquilo de novo só que dessa vez resolvi ir atrás dessa criatura, eu estava morrendo de medo mas também sabia que não conseguiria viver sem saber o q era aquilo quando me aproximei mais um pouco vi uma pessoa, só que não conseguia identificar  quem era, só que de uma coisa eu sabia, que aquela pessoa não estava bem e eu precisava ajudar mesmo sem o conhecer, eu o segurei pelo braço e ajudei a andar , levei aquele homem coberto de sangue e chorando para minha casa.
O homem dormiu e quando acordou pediu-me desculpa e agradeceu pelo bom grado e por ter cuidado dele aquela noite, nós conversamos por um tempo, disse que ele poderia ficar na minha casa o quanto ele precisasse, ele me agradeceu pela oferta mas a recusou, logo após ele me pergunta onde estava e eu disse que estávamos na cidade de Bucareste, naquele momento ele parecia estar muito feliz por ainda estar na Romênia ele me disse  também que ele era o Lord  Imperador da Romênia Vlad III, naquele momento não sabia se ele estava falando a verdade porque eu nunca liguei pra essas coisas.

Continua..

Escolhas erradas, Fanfiqueira Isabele Salvatore


ESCRITA POR ISABELE SALVATORE

Iniciada em 08/05/2018
Terminada em 23/05/2018
Idioma: Português
Terminada: Sim
Categorias: Bangtan Boys (BTS)
https://pt.slideshare.net/murilogagliardi/coreia-do-sul-35101488

Gênero: Aventura

Imagem capturada em :

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Ana é uma menina trouxa, iludida e sem sorte na vida, desde seus poucos anos de idade é apaixonada por música, sempre foi lesada, ela sempre sofria bullying por ser antissocial, bem, hoje em dia, um gênero de música chamado K-pop dominou a cabeça dessa jovem, que era tão inocente e agora é uma fanática por coreanos e muito obcecada porque ela pensa q se ela for para Coreia Do Sul vai ficar tudo bem, mas ela nem imagina que lá vai dar mais errado ainda. Então ela sofria bullying porque era antissocial e pq gostava dessa música k pop q fala sobre droga e prostituição! O que ela fez para ser antissocial? Quer ser melhor do que todo mundo, não aceita conselho de ninguém! Com seus 23 aninhos decide tomar um rumo em sua vida e parar de ser sustentada por seus pais, essa débil mental decide o quê?
Isso mesmo! Se mudar para a COREIA DO SUL! O que vai acontecer com essa demente?
Então, Ana decide ir para a rodoviária mas chegando para comprar a passagem, ela vê que não tem dinheiro suficiente!
O que ela fez pra ser trouxa, iludida e sem sorte na vida? Com que dinheiro ela vai viajar se é sustentada pelos pais? Resolve pedir dinheiro emprestado de uma amiga e vai até a rua e pede carona a um rapaz para ir até o aeroporto, ela estava triste porque os únicos momentos com a família e amigos era em festa e não tinha um bom relacionamento com familiares
Ficou assim.
Então ela consegue ir para Coreia do Sul e, chegando lá ela começa a sofrer mais bullying e ser xingada mais do que ela era, então ela pensa:
-Nossa! Achei q aqui ia ser mil maravilhas mas me enganei
Ana decide voltar para a casa dos pais. Quando chega ela bate na porta E quem abre é a mãe e Ana diz:
-Mãe, eu errei, falei mal de vocês, mas agora eu quero voltar. Por favor, vocês me desculpam?
Então a mãe da Ana diz:
-Vem, minha filha, entre, nós te desculpamos
A partir desse dia, tudo se resolveu e a família começou a ter um bom relacionamento e Ana ficou feliz e foi cuidar de sua vida!




TIPOS DE ANIME, COLABORAÇÃO DO FANFIQUEIRO YUKIYO

O aluno Jovem Samurai YukiYo colaborou compartilhando as informações do site informado abaixo:

Lista de gêneros de anime

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
ENDEREÇO DO SITE:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_g%C3%AAneros_de_anime
Os animes e mangás dividem-se em gêneros, que são categorias ou classificações que distinguem os temas, e em público-alvo. Assim, este artigo traz uma lista com os gêneros e sub-gêneros de animes.[1]

Imagem capturada em:https://www.aficionados.com.br/bons-animes-para-assistir/

Categoria/GêneroCaracterísticasExemplos
AçãoFate/Stay Night, Jormungand
AventuraScrapped Princess
FaroesteCowboy BebopBurst Angel
RomanceHyouka
DramaKobatoAngel Beats!Wolf’s Rain
ComédiaRanma ½Azumanga Daioh
Paródia ou AniparôAnimes/mangás que fazem paródia de outros animes/mangásGintama, Sket Dance
Sci-FiFicção CientíficaPsycho Pass
Horrorsão aqueles que focam no sobrenatural, no terror, tem como finalidade por medoAnother
GuerraGundam WingSengoku Basara
Policial/InvestigaçãoDeath NoteParanoia Agent
Jogos / Esportessão focados nos esportes, podendo ser futebol, vôlei, basquete, basebol ou até mesmo cartasYu-Gi-OhSuper CampeõesPrince of TennisHaikyuu
Artes MarciaisAnimes que envolvem personagens que utilizam técnicas de artes-marciaisNaruto

Sub-Gêneros

  • Pós-Apocalíptico - é um mundo futurístico na sua maioria, que passou por uma catástrofe, com uma sociedade decadente e que possui grande avanço tecnológico. Ex: Ergo Proxy.
  • Space opera - acontecem no espaço ou em outro planeta, é cheio de cenários exóticos, personagens e argumentos épicos. Ex: MacrossLegend of the Galactic Heroes
  • Histórico - são aqueles que na sua maioria contam a historia de um Japão da época feudal, na grande maioria cheios de samurais. Ex: Samurai X
  • Supernatural - cheios de fantasmas, demônios, espíritos, etc. Ex: Yu Yu HakushoMushishiInuyasha
  • Magical Girfriend - focado no romance de um humano normal com alguma criatura sobrenatural, um bruxa, um demônio ou uma garota com algo de anormal dela. Ex: Elfen Lied.
  • Fantasia - repleto de magias, monstros e poderes mágicos. Ex: Sailor Moon, Slayers, Record of Lodoss War
  • Slice-of-life - literalmente, um pedaço de vida. São centrados no dia a dia de pessoas comuns e em como seus personagens lidam com suas situações. Ex: Lucky Star.
  • Vida escolar, animes que ocorrem na escola, tem personagens principais adolescente, também é um gênero que pode envolver vários outros, desde de horror a mechas. Ex: Ouran High School Host ClubHighschool of Death.

Divisões por público-alvo[

Categoria/GêneroCaracterísticasExemplos
Shōjovoltados para o público feminino jovemClannadLovely ComplexZero no Tsukaima
JoseiVoltado para mulheres mais velhas. Foca-se em histórias e experiências de mulheres japonesas, abordando o romance de uma forma mais realista do que os animes shoujosLa Corda D'OroYamato Nadeshiko Shichi HengeUta no Prince-sama Maji Love 1000%
Shounensão voltados para o público masculino jovem. Geralmente são de ação e lutasYu Yu HakushoFairy TailNarutoHigashi no Eden
Seinenanimes voltados para adultos e adolescentes masculinos. Os temas tratam de assuntos mais sérios e pesadosGantz , Fate/Zero.
Kodomoem japonês significa criança, são voltados para crianças menoresHamtaroPokemonBeybladeMedabots
Os termos seguintes não são gêneros propriamente ditos, mas característica bastante presente em muitos animes:
  • Bishōnen: Em japonês significa garoto bonito, termo geral que pode ser usado para descrever qualquer anime caracterizado por meninos e homens bonitos[1];
  • Bishoujo: Em japonês significa garota bonita, termo geral que pode ser usado para descrever qualquer anime caracterizado por meninas e mulheres bonitas[1

Ir para:

sábado, 19 de maio de 2018

Thirteen reasons why sem Spoiler


Considerações sobre a série Thirteen reasons why

Terminei a série agora e não é uma série para adolescentes, não é uma série para adultos, é uma série que toda família deveria assistir e conversar sobre. Como nos tornamos tão individualistas a ponto de não perceber o que acontece ao redor, com as pessoas em nosso trabalho, em nosso lazer, em nossa casa, que encontramos na rua, que nos atende na padaria, que nos pergunta as horas? Como não percebemos o olhar aflito, o pedido de socorro, que o outro ao nosso lado vive/sente e grita? Por que não partilhamos o que sentimos? Por que temos vergonha do que sentimos, vivemos, por que sentimos vergonha de dançar, gargalhar ou chorar?
Quem procurar qualidades na série com a intenção de analisar uma obra em termos técnicos tipo cenário, cores, trilha sonora, enredo, personagens, critérios que desconheço talvez encontre mil defeitos, mas tenho certeza que a série deixará sua marca, pois fala de assuntos que são tabu em pleno século XXI, fala de sonhos, paixões, solidão, incompreensão, ansiedade, homofobia, homossexualidade, racismo, intolerância, depressão, suicídio, daquela desolação que sentimos em muitos momentos da vida e que não há ninguém capaz de nos ajudar, de ouvir, ao menos, sem julgar, alguém que nos escute sem fazer comparações ou usando nossa dor para nos afundar com gestos, palavras que nos consomem e como os jovens atualmente dizem e com propriedade: "chorar debaixo do chuveiro, no escuro, em posição fetal", imagino que seja um dos mais altos sinais de solidão imaginar um quadro assim e quem nunca?
Quando soube que teria uma segunda temporada, achei que seria impossível ter uma continuação digna da primeira e conseguiram! A segunda temporada é tão boa e tão crua quanto a primeira e deixa um gancho que garante a terceira, achei isso incrível! Um desejo de "quero mais". A trilha sonora é maravilhosa e só por ela já vale a pena assistir.
Seus personagens são diversos, temos adultos e adolescentes, mas seus conflitos são de todos nós independente de idade,  até mesmo seus "vilões" são humanizados a ponto de sermos capazes de compreender suas ações, mesmo que discordemos. Sempre me impressiona a capacidade (é isso é explícito na série) que muitos possuem de, ao amadurecer, esquecer como é ser adolescente, como é querer fazer parte, se apaixonar, as primeiras experiências e as perdas e rotula tão facilmente as crianças e seguem como aprenderam, a rotular e ser rotulado, de distorcer a verdade de acordo com o que lhe convém e como acredito que tudo o que somos e fazemos nos perseguem pela vida toda, acredito que dependa de cada um crescer ou esmorecer, aliás, depende também de quem ainda é capaz de uma gentileza, empatia, compaixão, de alguém que diga "Estou aqui se precisar".
Vamos ouvir mais e falar menos, o mundo precisa desta gentileza, desta leveza, desse gesto de amor, de apreciar o simples com toda intensidade que a vida merece porque ela passa rápido, clichê eu sei, porém, fato!

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Gêneros de anime que podem ser ótimos temas de fanfic, por Kim Teyiong


|O jovem samurai Kim Teyiong  colaborou esclarecendo os diversos gêneros de anime que podem ser inspiradores para criação de Fanfics, e, por favor, atentem para a faixa etária de nossas produções, certo? 
Como foi enviado no Messenger seguiu o mesmo formato:
Yaoi: gênero de relacionamento com garotos Yuri: gênero de relacionamento amoroso com garotas Hentai: gênero que significa perversões sexuais Shounen: gênero pra o público jovem masculino (14-18) Seinen: gênero pra o público adulto masculino (18-100 e lá vai cacetada) Shoujo: gênero pra o público jovem feminino (14-18) Josei: gênero pra o público adulto feminino (18 a diante) Kodomo: gênero voltado pro público infantil (Conteúdo livre pra todas as idades) Romance: gênero onde pode conter relacionamentos com o/a protagonista Ecchi/etchi: gênero onde tem cenas sensuais muuuito eróticas Ação: gênero onde contém muitas ações, mortes e etc Monsters: gênero onde contém personagens não humanos Harém: gênero onde o protagonista faz a que todos gostem dele (por ser o fodaum)
Tá aí fessora os significados dos gêneros
Colabora: O Jovem Samurai
Kim Teyiong

Lançada a corrida, samurais! Inscrição para BETA READER


ESCOLA MUNICIPAL ARMANDO CAMPOS BELO.
Língua Portuguesa Professora Rosângela Ferreira Luz.
INSCRIÇÃO: Critérios "Seja um beta reader"
A escola fornecerá certificados aos alunos que atuarem como Leitores Críticos, especificando uma quantidade de horas no mesmo COMO ASSESSORIA DE LEITURA CRÍTICA.
1. A inscrição em si já é a primeira fase do processo. É fundamental que o Beta tenha conhecimentos de digitação.
2. Os aprovados na primeira fase receberão o teste da segunda fase que é uma simulação de betagem, por meio da qual avaliaremos o domínio do candidato em relação à língua portuguesa, o que ele percebe de desvios na coesão e coerência do texto e a crítica literária feita, mais além da clareza e tom com que ele expressa seu ponto de vista.
3. Os aprovados passarão pelo apadrinhamento, para polir suas habilidades como betas. Essa fase é eliminatória, pois passarão pela fase de indução, para se colocarem a par dos aspectos internos. Essa fase não é eliminatória, salvo casos como:
 a) percebermos que passaram betas agressivos (antes, porém, enviaremos uma mensagem tentando conversar e "aparar as pontas");
 b) candidatos que não cumprirem o prazo durante o processo ou não interagirem devidamente com os textos.
IMPORTANTE: MÁXIMO QUATRO ALUNOS POR TURMAS (8º A, 9ª A e 9º B).
O Beta reader, doravante denominado Leitor/a Crítico/a deverá:
Auxiliar na correção dos erros gramaticais; Ou seja, apontar os erros para que o autor corrija.
Ajudar na colocação dos padrões de postagem do blog; (Sinopse, lista de personagens e etc.)
Auxiliar na construção da história;
Auxiliar na construção de personagens;
Auxiliar para que o autor mantenha coerência.
 Seja gentil e tenha bom senso, revisar uma história leva tempo.
Antes de enviar uma fanfic, dê o máximo de informações possível pra Beta, pra que ela possa ter noção da história. Essa é a pessoa que deve saber TUDO da sua história já que ela não será uma leitora comum.
  Deixe claro pra ela no que você quer que ela te ajude. (Ideias, ajuda com personagem, apenas correção ortográfica...)
A beta te ofendeu, foi rude, grossa e derivados? Entre em contato com a professora e reporte, para que a mesma tome as devidas providências.

BOA SORTE, SAMURAIS!