sábado, 21 de novembro de 2009

Folhas soltas...

Final de ano...a família se une, todos felizes, aquele espírito de confraternização, de saudades. Bem, quase todos...A maioria não encontra significado no natal, os mais esperançosos agarram-se a religião e outros cultivam o ódio contra a sociedade que os marginalizou, para atos bárbaros, que vítima e vítima se confrontam, a dor de seus direitos violados... Não consigo pensar em um bom natal quando penso na periferia, não consigo pensar em um bom natal quando penso em dores, ainda bem que a família ajuda, ainda bem que os poucos amigos ajudam, ainda bem que encontro forças no meu interior e desligo-me da realidade e entro no sonho utópico de boas festas, boas férias e represento meu personagem, todavia, sozinha, é difícil prender pensamentos e tudo volta com força, com revolta, com dor... As dores da alma são difíceis de se curar...

Nas letras da música

Nas letras das músicas *º ano A e B 2017 de Rosângela Ferreira Luz