quarta-feira, 21 de outubro de 2009

I Feira Multicultural da Escola Clori

video

A I Feira Multicultural da Escola Municipal Profª Clori Benedetti de Freitas foi um sucesso! Quando se trabalha em grupo, o resultado é estupendo. É óbvio que existem os contratempos e dissabores, que nos servem como lição para que, no ano que vem, a próxima Feira saia melhor ainda. Houve o atraso do som, autoridades vieram e se foram devido ao atraso, mas quando começou a abertura com a coordenadora Ivanilda como mestre de cerimônias, apresentando as autoridades para compor a mesa e todos cantarem o Hino Nacional, a animação foi total. O entusiasmo dos alunos era evidente, um dia de festa mostrando o resultado do seu trabalho e dos professores da nossa escola.
O diretor Jair da Silveira Almeida fez o discurso da abertura, encantando a todos com a sua oratória, pontuando aspectos importantes da história da escola;
Na sequência vieram as apresentações dos alunos ensaiados pelos seus professores e visitantes que colaboraram com a maior boa vontade na abertura. Teve:
- Dança da música: “Faz um milagre em mim”, orientados pela Profª Marlene Cardoso, como verão nas fotos acima, foi uma gracinha, aquelas meninas tão pequenas e já artistas;
- Mais uma vez nossos alunos do Projeto Clave de Sol, Aldair do nono ano e Letícia do quinto ano apresentaram ao som do violão músicas regionais, como Chalana e Trem do Pantanal, emocionando com suas deliciosas e harmoniosas vozes;
- As duas músicas que as meninas Fernanda, Ianca, Joyce, Larissa, Tainá do oitavo ano A e a Luíza do sexto D dançaram , apresentaram sincronismo nos passos e muito ritmo, serão futuras bailarinas;
- E o duelo repentista entre o João Luís e o Lucas Arruda do sétimo C, foi realmente um desafio no melhor estilo do cordel nordestino;
- A aluna Viviane do oitavo B fez uma magnífica apresentação tocando duas músicas em sua flauta encantada;
- Os The Winner Boys, TWB, cantaram três músicas de estilos diferentes e agradaram demais, parecia show de artista de Disco de Ouro;
- Encerrando a abertura, o grupo de dança New Street Power deu um show de dança que levaram o público ao delírio.
A Direção, representada pelo Jair Silveira de Almeida e Ivone Bonetti, mais as coordenadoras pedagógicas Alciléia, Ivanilda, Nelci e Rosângela Luz (euzinha) organizaram e facilitaram os trabalhos desenvolvidos para a I Feira Multicultural de nossa escola, trabalho de equipe mesmo. As salas de aula foram abertas à visitação e cada sala era temática, com trabalhos diferentes, teve uma sala de Ciências explicando com experiência ao vivo o funcionamento de um vulcão em erupção, orientada pelo Prof. Washington e Profª Rosemeire; teve a sala com os trabalhos das professoras Zulmira e Cristiane sobre a Literatura de cordel e o rap; teve oficina de pipas, organizada pelos professores Edson, Sandra e Sidney; sala com plantas medicinais e mudas para os visitantes levarem como lembrança, trabalho organizado pelas professoras do primeiro ano, Maria Elena, Rosicléia e Raimunda; teve a Sala de Matemática com as professoras Jozilene, Jussara e Cristiane com jogos lógicos; os professores de História, Dioleno e Sidnei Aparecido apresentaram os instrumentos de tortura utilizados durante o período histórico da Inquisição; os professores de Geografia, Maria Ivone e Adoaldo, juntamente com o professor Paulo, de Ciências, apresentaram os Efeitos dos Impactos Ambientais e o Desperdício de Água; teve a Sala de Arte Regional com as professoras Marlene, Andréia Vanzin e Juldete, com trabalhos artísticos de primeira linha; As professoras do Pré-Escolar, prepararam com seus alunos uma sala de Brinquedos e Brincadeiras, resgatando nossa cultura; as professoras do segundo ano, Elenir, Maria Lima e Sirlei juntamente com as dentistas Paola e Milena e sua assistente Carla, apresentaram conceitos de higiene de uma maneira super lúdica; as professoras Marinêz e Rosemar fizeram um trabalho complexo envolvendo leitura, escrita e ilustração de dois livros, um com parlendas e outro com adivinhas e cartazes com provérbios e frases de parachoques de caminhões; os alunos dos professores Elias, Léia e Soninha apresentaram alimentos alternativos. Enfim, todos se compromissaram já que uma das filosofias da escola é “Respeito e Compromisso” e se isso não houvesse nossa Feira não teria sido tão maravilhosa. Faltou público? Faltou, a comunidade não está acostumada com esse tipo de trabalho, entretanto, no próximo ano veremos a repercussão que teve o primeiro e assim por diante e cada vez mais estaremos empenhados a proporcionar o melhor para a comunidade escolar. Amém!
Autora: Rosângela Ferreira Luz
Colaboradora Maria Ivanilda Milfont Saraiva Moreira

Nas letras da música

Nas letras das músicas *º ano A e B 2017 de Rosângela Ferreira Luz